Fale conosco pelo WhatsApp

Quando é indicada a Cirurgia de Apneia do Sono?

Homem usa aparelho para controlar apneia do sono
29abr, 2020

A cirurgia de apneia do sono é um dos tratamentos indicados para indivíduos que têm sua noite de sono afetada por períodos de apneia obstrutiva, caracterizada pela ocorrência de paradas respiratórias por mais de 10 segundos. Trata-se de um procedimento que visa melhorar o fluxo de ar pelas vias respiratórias, melhorando o ronco e as pausas na respiração.

Estima-se que 40% da população mundial sofra de algum distúrbio do sono, sendo que o ronco e a apneia são justamente os problemas mais comuns entre os pacientes. Levando em consideração que uma noite mal dormida pode comprometer significativamente o funcionamento do organismo, a cirurgia de apneia do sono destaca-se como uma alternativa para alcançar qualidade de vida e evitar problemas de saúde.

O que é apneia do sono?

Assim como o ronco, a apneia do sono está associada ao estreitamento das vias aéreas — uma alteração que pode ser causada por fatores como obesidade, relaxamento da musculatura, obstrução nasal, crescimento das amígdalas e qualquer fenômeno que dificulte a passagem de ar. Este problema se caracteriza pela ocorrência de uma pausa na respiração por, pelo menos, 10 segundos.

Essas paradas respiratórias interferem diretamente na qualidade do sono do indivíduo, que pode se sentir cansado, indisposto e até mais irritadiço durante o dia. A apneia também pode acarretar graves problemas de saúde, uma vez que está associada ao aumento da pressão arterial, pode predispor arritmias cardíacas e prejudicar a oxigenação sanguínea.

Outros sintomas apresentados por pacientes que sofrem de apneia obstrutiva do sono são:

  • Sonolência excessiva;
  • Dificuldade de concentração;
  • Problemas de memória;
  • Dor de cabeça matinal;

Vale lembrar que o paciente pode tanto apresentar todas essas queixas ou apenas algumas delas, sendo necessário consultar um otorrinolaringologista especializado em Medicina do Sono para diagnosticar o problema, identificar suas causas e apontar se a cirurgia de apneia do sono é a melhor opção para tratar a condição.

Quando é indicada a cirurgia de apneia do sono?

Chamada de uvulopalatofaringoplastia, a cirurgia de apneia do sono é umas alternativas terapêuticas cirúrgicas indicadas para casos graves de apneia obstrutiva do sono, em que o paciente corre o risco de desenvolver problemas cardíacos sérios ou até mesmo de morte. Em geral, esta é uma operação que pode ser associada a outros procedimentos que ajudam a desobstruir a faringe e demais estruturas respiratórias.

A técnica cirúrgica consiste na remoção dos tecidos que estão impedindo a passagem do ar. Em geral, são retiradas as amígdalas do paciente e reposicionados os músculos da faringe para melhorar a respiração do paciente, mas também podem ser associadas a correção de desvio do septo nasal ou outras intervenções. Em todos os casos, a cirurgia de apneia do sono é realizada em ambiente hospitalar e com aplicação de anestesia geral.

Cuidados pré e pós-operatórios

Assim como em qualquer procedimento cirúrgico, a realização da cirurgia de apneia do sono demanda uma análise criteriosa do histórico clínico e estado de saúde do indivíduo. Além disso, o otorrinolaringologista responsável por conduzir o tratamento solicitará exames laboratoriais específicos, além de encaminhar o paciente para realizar uma avaliação cardiológica e anestésica antes da cirurgia.

O período de recuperação após o procedimento pode trazer incômodos como sensibilidade na garganta e dificuldade para falar e engolir, mas não exige um longo período de internação. Em casa, são necessários cuidados no que diz respeito à alimentação — que deve ser líquida nos primeiros dias — e repouso na primeira semana.

Para saber mais sobre a indicação da cirurgia de apneia do sono e entender se esta é a melhor opção de tratamento para você, agende uma consulta com um dos especialistas em sono da Clínica Garrafa.

Fontes:

Clínica Otorrino Garrafa;

Divisão de Clínica Otorrinolaringológica Hospital das Clínicas;

Ministério da Saúde.