Fale conosco pelo WhatsApp

Como é a recuperação da Cirurgia de Sinusite?

Realização da cirurgia de sinusite
11maio, 2020

A sinusite, conhecida na medicina como rinossinusite, é uma inflamação dos seios paranasais e da cavidade nasal. Atualmente, os tratamentos consistem na prescrição medicamentosa ou na realização da cirurgia que, após a recuperação da cirurgia de sinusite, resultam em uma maior qualidade de vida do paciente.

A indicação da rinossinusite depende da recorrência e amplitude do problema, sendo que ela pode afetar toda a região da testa, ao redor dos olhos e das bochechas. A região dos seios paranasais, está mais suscetível aos processos inflamatórios que podem ser infecciosos ou alérgicos. Os sintomas incluem dor na face, congestão nasal e secreção —que podem desaparecer após a recuperação da cirurgia de sinusite.

Quando a cirurgia de sinusite é indicada?

Considerando esses incômodos sintomas e outros fatores, o profissional otorrinolaringologista pode recomendar a realização da sinusectomia.

Antes da recomendação cirúrgica, no entanto, o especialista avaliará uma série de fatores particulares do paciente, como resposta a outros tratamentos menos invasivos, duração dos sintomas e se existe alguma causa para quadros recorrentes. Entre os fatores avaliados para determinar se a cirurgia de sinusite é a conduta mais apropriada ao caso, destaca-se o tipo do problema.

Nesse sentido, as manifestações de sinusite podem ser do tipo:

  • Aguda, quando o quadro dura menos de 12 semanas;
  • Crônica, condições que permanecem por mais de 12 semanas;
  • De repetição, quando o paciente relata quadros repetidos de rinossinusite mesmo com uma recuperação completa entre as ocorrências.

Em geral, o tratamento iniciado é o medicamentoso, podendo incluir o uso de antibióticos e anti-inflamatórios. Uso de corticoides e realização de lavagens nasais com soro fisiológico também podem ser indicados.

Caso essas condutas não sejam satisfatórias e a rinossinusite persista, o especialista poderá indicar a realização da cirurgia de sinusite. Também é indicada a sinusectomia quando o paciente apresenta complicações em decorrência do processo infeccioso — que pode afetar outras regiões além dos seios da face, como globo ocular, ossos do rosto e sistema nervoso central.

Como é feita a sinusectomia?

Atualmente, o otorrinolaringologista pode optar por técnicas cirúrgicas mais modernas, como a videoendoscopia, sendo realizada com anestesia geral para maior conforto do paciente. Nesse caso, para realização da sinusectomia é usada uma câmera acoplada no endoscópio que percorre a cavidade nasal e permite a drenagem dos seios da face, removendo as secreções acumuladas.

Quando se identifica a presença de pólipos nasais, eles são removidos, permitindo o acesso aos seios paranasais. Em caso de lesões suspeitas ou tumores eles são removidos e enviados para biopsia. O procedimento tem duração variável de acordo com a gravidade do caso.

Quais são os cuidados durante a recuperação da cirurgia de sinusite?

Após a alta médica, o paciente deverá iniciar os cuidados de recuperação da cirurgia de sinusite, sendo fundamental que ele respeite todas as indicações médicas. No pós-operatório da sinusectomia o paciente pode sentir incômodos como dor facial, obstrução nasal e leve sangramento.

Para amenizar esses sintomas são indicados cuidados como:

  • Realização de compressas frias;
  • Uso dos medicamentos prescritos que podem incluir anti-inflamatórios e analgésicos;
  • Dieta equilibrada, dando preferência para opções frias e que não exijam intensa mastigação;
  • Lavagens nasais usando soro fisiológico;
  • Evitar exposição ao sol e atividades físicas.

Na recuperação da cirurgia de sinusite, o paciente poderá retornar as atividades progressivamente nos dias posteriores à sinusectomia. No entanto, as atividades normais só poderão ser retomadas entre 21 e 30 dias após a realização da sinusectomia e apenas mediante a avaliação do otorrinolaringologista que vai verificar se o processo de cicatrização está dentro do esperado.

Esses cuidados na recuperação da cirurgia de sinusite são fundamentais para evitar complicações pós-operatórias, reduzir sintomas incômodos como dores, inchaços e sangramentos e poder retomar as atividades em menos tempo e com mais segurança. Converse com seu otorrinolaringologista e saiba mais sobre a sinusectomia.

cta-820x140-garrafa-tratamento-para-desvio-de-septo